Passeando com os pequenos: como transportar crianças em segurança?

Na hora de sair de casa com os pequenos, muitos pais podem ter dúvidas sobre como transportar crianças em segurança. Esse é um tema que merece muito a atenção de quem tem carro, e costuma carregar os filhos.

O mais importante é entender que as normas de segurança são impostas independentes da distância do trajeto. Ou seja: ainda que você vá apenas deixar as crianças na escola, logo ali, é importante seguir com os métodos de segurança.

Muitos problemas e até tragédias podem ser evitados se você seguir corretamente os meios de transportar crianças em segurança. Veja quais são as nossas dicas a respeito desse assunto tão importante.

Saiba tudo sobre como transportar crianças em segurança

O transporte adequado de crianças é regido por normas impostas no CTB – Código de Trânsito Brasileiro. Segui-los é uma obrigação, e quando não cumprida pode render multas de valores bem salgados.

As normas foram criadas considerando que crianças podem ser amplamente lesadas em acidentes de trânsito, considerando que são mais frágeis. Por isso a ideia é fazer com que os pequenos sejam transportados com mais cuidado.

A lei prevê que cada criança, de acordo com a sua idade, receba cuidados específicos na hora de ser transportada dentro de um carro. Para isso existem diferentes assentos no mercado. São eles:

  • Bebê conforto;
  • Assento conversível;
  • Cadeirinha de segurança;
  • Assento de elevação;

Conheça cada uma dessas peças, e veja como transportar crianças em segurança seguindo as nossas dicas.

Conheça os transportes para crianças!

Não tem jeito! Para crianças pequenas você terá que se valer de algum artefato para transporte. Isso porque o corpinho miúdo ainda não pode ficar seguro apenas com o cinto de segurança.

  1. Bebê conforto:

O bebê conforto é o transporte indicado para crianças de até 1 ano de idade, e com peso máximo de 9 kg. Esse transporte é uma espécie de cesto com formato de concha, que deixa a criança levemente inclinada.

O bebê conforto deve ir através do banco traseiro, com as costas encaixadas no assento do motorista.

  1. Assento conversível:

Muito parecido com o bebê conforto, esse assento é utilizado em crianças que tenham mais de 9 kg, mas que ainda não tenham passado do primeiro ano de vida. A posição correta é atrás do motorista, de costas para o adulto.

  1. Cadeirinha de segurança:

Essa cadeirinha deve ser usada com crianças que tenham entre 1 e 4 anos, e peso equivalente a 18 kg. A posição correta é no centro do banco traseiro, virado para a mesma direção que o motorista.

  1. Assento elevação:

Para crianças entre 18 kg e 36 kg, com idade entre 4 e 7 anos e meio, o correto é usar o assento elevação. Ele serve para que a criança fique mais alta, e possa utilizar o cinto de segurança.

A partir de que idade a criança pode ir no banco da frente?

Também existem regras bem rigorosas sobre transportar crianças em segurança no banco da frente. A lei diz que crianças entre 7 e 10 anos devem ser transportas apenas no banco traseiro, usando cinto de segurança.

A partir de 10 anos, no entanto, pode-se carregar a criança no banco do passageiro, na frente, também com cinto, desde que haja as seguintes situações:

  • Banco traseiro completamente ocupado por crianças menores de 10 anos – nesse caso vai à frente a criança de maior estatura;
  • Veículo sem banco traseiro.

Em qualquer uma das condições, no entanto, o uso de cito de segurança se faz obrigatório, sendo o motorista passível de multa ao transportar crianças fora dessa regra.

Transportar criança em segurança é um assunto que deve sempre ganhar a sua atenção. Isso porque garantir o bem-estar dos pequenos é responsabilidade dos adultos.

Lembre-se de acompanhar o crescimento de seus filhos ou dependentes, e mude o acessório de transporte conforme a criança se desenvolva.

Transportar crianças em segurança é sua responsabilidade. Pesquisas mostram que tomar as medidas cabíveis pode evitar tragédias durante o passeio. Sendo assim, vale a pena se prevenir. Leia também nosso material sobre como recorrer em caso de multas indevidas.

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password